Please reload

Artigos recentes

Em tempos de crise, controlar seu estoque é essencial.

Gerenciar uma empresa é um grande desafio. Seja em tempos de economia favorável ou em tempos de crise, controlar o fluxo de caixa, lidar com as obrigações contábeis e fiscais, fazer investimentos e administrar a folha de pagamento sem dúvida são tarefas para quem não tem medo de empreender.

 

Em tempos de economia desaquecida é muito importante cuidar de duas áreas da empresa: vendas e estoque.

 

É claro que todos os processos da empresa precisam estar em sintonia, mas a afinação entre esses dois é decisiva para evitar perdas e aumentar a rentabilidade.

 

Acumular produtos ocupa espaço e custa muito alto, exige espaço dedicado a armazenamento e capital de giro investido, se são produtos perecíveis, acumular um volume maior do que a demanda significa prejuízo por perda do prazo de validade.

Por outro lado, reduzir demais o volume de estoque guardado pode significar perder vendas.

 

Encontrar o equilíbrio entre o estoque e a redução de custos e perdas faz muita diferença.

 

Vender e cuidar do estoque


Se você não tiver o que vender ou não tiver um estoque planejado para atender às demandas de acordo com a expectativa dos clientes, será muito difícil manter as contas em dia e a empresa saudável.

 

O risco de encalhe de determinados produtos (com excesso de estoque) e de erros no planejamento que faça faltar alguns outros são situações que podem gerar problemas nas vendas e problemas financeiros já que pode demandar custos desnecessários, você precisa vender mas não pode perder dinheiro, o que fazer?

 

Relacionamento com fornecedores

 

O mais importante na hora de pensar no estoque da sua empresa é o GIRO de cada produto, ou seja, o quanto os clientes demandam cada um deles.

Comece sua análise usando o histórico de vendas, ele permite elencar quais itens exigem um estoque maior e quais permitem um estoque reduzido.

 

Para os produtos com menor giro se possível procure fornecedores que façam entrega rápida e compre apenas o essencial, isso vai eliminar a necessidade de estocagem e reduzir o uso de capital de giro, além de possíveis perdas por prazo ou custo com local para armazenar.

 

Garantir a rapidez desse fluxo de entregas rápidas dos pedidos exige um bom relacionamento com o fornecedor, confiança é até mais importante que preço.

O fornecedor não pode deixar você na mão, e nem você deve deixá-lo também.


Combinar custos e formas de pagamento com o fornecedor, auxilia na precificação e dá a oportunidade de avaliar o quanto isso é necessário para formar seu estoque com segurança. 

 

Prepare um estoque mínimo com segurança

 

Afinal, qual é o estoque mínimo que você deve ter em cada produto?

Conhecer o estoque mínimo de cada produtos é fundamental, a quantidade do estoque mínimo não pode ser definida no “chute”, na intuição ou na inferência.


Um bom sistema de gestão pode te ajudar muito nesta tarefa mas conhecer a fórmula é muito importante para que você não fique “a mercê” de informações errônea.
 

Então vamos entender a fórmula:
Quantidade estoque mínimo = 
Apure a quantidade do giro diário, ela é obtida apurando a quantidade vendida em determinado período dividido pela quantidade de dias úteis do período analisado.


Agora que você já sabe qual é a necessidade de estoque por dia (giro diário) basta verificar qual é o tempo que seu fornecedor demora para te entregar e aplicar uma margem de segurança para imprevistos como atrasos da transportadora etc..
 

Exemplo:
Em período de 20 dias úteis vendemos 40 peças do produto XXX, então eu vendi 02 peças por dia.
Sabendo que meu fornecedor me entrega em 5 dias, meu estoque mínimo seria de 10 peças, aplicando uma segurança de 20% eu posso dizer que meu estoque mínimo é de 12 peças e sempre que esse produto atingir essa quantidade já posso fazer um pedido.

 

Para fazer o pedido, não se esqueça de pedir o mínimo que permita não perder vendas mas ao mesmo tempo não preciso de alto investimento conforme já vimos.


Não se esqueça de considerar o fator sazonalidade, é a analise das diferença do giro em cada mês ou período, isso é muito importante pois em alguns segmentos isso tem alto impacto, imagine que sua empresa venda GUARDA-CHUVAS, na seca você compraria a mesma quantidade  que em época de chuva?

 

Fórmula: ((Giro período / dias úteis) * tempo entrega fornecedor) + estoque segurança.

 

A Movimento Sistemas pode te ajudar com esse e muitos outros desafios na gestão da sua empresa, fale conosco.

 

Contato, clique aqui e fale com nosso consultor.

www.movimentosistemas.com.br

Clique aqui.

 

Please reload

Artigo

Conecte-se

  • Facebook Social Icon

Inscreva-se e receba nossas dicas e novidades.

Telefones:

Fale com nossos especialistas

2016 - 2020 - Movimento Sistemas® de Gestão Ltda. Todos os direitos reservados - contato@movimentosistemas.com.br

34 3257-2433
 

34 9.9162-8014

WhatsApp